31.12.09

Clarice Lispector

"...Que minha solidão me sirva de companhia. que eu tenha a coragem de me enfrentar. que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo."

30.12.09

Carta do dia

Osho Zen Tarot : Major Arcana

18. Past Lives


Zen Tarot Card
Past Lives

The child can become conscious only if in his past life he has meditated enough, has created enough meditative energy to fight with the darkness that death brings. One simply is lost in an oblivion and then suddenly finds a new womb and forgets completely about the old body. There is a discontinuity. This darkness, this unconsciousness creates the discontinuity.

The East has been working hard to penetrate these barriers. And ten thousand years' work has not been in vain. Everybody can penetrate to the past life, or many past lives. But for that you have to go deeper into your meditation, for two reasons: unless you go deeper, you cannot find the door to another life; secondly, you have to be deeper in meditation because if you find the door of another life, a flood of events will come into the mind. It is hard enough even to carry one life....

Osho Hyakujo: The Everest of Zen Chapter 7

Commentary:

The hands of existence form the shape of the female genitals, the opening of the cosmic mother. Revealed within are many images, faces from other times.

While it might be entertaining to fantasize about famous past lives, it is just a distraction. The real point is to see and understand the karmic patterns of our lives, and their roots in an endless repetitive cycle that traps us in unconscious behavior.

The two rainbow lizards on either side represent knowing and not-knowing. They are the guardians of the unconscious, making sure that we are prepared for a vision that might otherwise be shattering.

A glimpse into the eternity of our existence is a gift, and understanding the function of karma in our lives is not something that can be grasped at will. This is a wake-up call; the events in your life are trying to show you a pattern as ancient as the journey of your own soul.

13.12.09

Domingo é pior que segunda


Acordo pra olhar o céu, ver se está aberto ou fechado. Fechado com nuvens e nuvens, daqui a pouco chove, penso.
Não dá outra, chove. Não muito forte, nem muito fraco, o suficiente pra eu voltar pra cama. Sonho bastante nessa mais uma horinha e pouco. Era o que eu precisava dormir.
Agora a chuva resolveu cair mais pesada um pouco.
Já está na hora do almoço, e eu não tenho idéia do que comer. Sei que já comi dois chocolates tipo Bis (outra marca), acordei de um sonho que provavelmente envolveu doces (lembro vagamente) e a vontade despertou comigo.
Narrando o que aconteceu comigo até agora, uma da tarde, dá pra perceber o que o domingo sem sol representa pra mim.
Preguiça, lentidão de pensamentos, um dorme-acorda eterno, tentativas de estudar o que tenho que estudar... fugir das minhas maluquices de pensamentos desnecessários, deixar muita coisa pra amanhã resolver...
Com uma chuvinha assim, o clichê filme/cama/cafuné estaria bom demais.
Ainda bem que amanhã é segunda.

3.12.09

Samba de Um Minuto (Roberta Sá)

Composição: Rodrigo Maranhão

Devagar
Esquece o tempo lá de fora
Devagar
Esqueça a rima que for cara.

Escute o que vou lhe dizer
Um minuto de sua atenção
Com minha dor não se brinca
Já disse que não
Com minha dor não se brinca
Já disse que não.

Devagar
Esquece o tempo lá de fora
Devagar
Esqueça a rima que for cara.

Escute o que vou lhe dizer
Um minuto de sua atenção
Com minha dor não se brinca
Já disse que não
Com minha dor não se brinca
Já disse que não.

Devagar, devagar com o andor
Teu santo é de barro e a fonte secou
Já não tens tanta verdade pra dizer
Nem tão pouco mais maldade pra fazer.

E se a dor é de saudade
E a saudade é de matar
Em meu peito a novidade
Vai enfim me libertar.

Devagar...

2.12.09

Vinho, vermelhos, morangos, amoras

A minha vida é uma coisa assim, digamos, muito excêntrica. Pra não dizer nada negativo, deixemos por isso mesmo.
Tem horas que eu rio dela. Não tem outro jeito.
Hoje comecei um curso de ferramentas pra eu ingressar na minha um dia, promissora carreira de estilista, inventora de moda, desenhadora de tecidos, aviamentos, padronagens e afins. Cômico, eu diria. Claro que comigo não poderia ser diferente. Cheguei em casa pra estudar as apostilas, instalar programas e afins e me deparei com um vírus no cd da professora. Mas não é ela, sou eu. Dedo podre, talvez. Um cavalo de tróia bonitinho passeando pelo meu cd de estudos tão promissores.
Mas nem vou me botar pra baixo não.
Um gole de um vinho que ontem meu pai trouxe pra casa depois de jantarmos eu, ele, minha mãe pra comemorar os 36 anos deles de casados, me ajuda a pensar. Atualmente pouca coisa me ajuda a pensar. Álcool continua nas minhas top ten pra esse fim.
O resto vem né? O final do ano taí. A árvore da Lagoa já deve ser inaugurada essa semana, com ela o engarrafamento Lagoa-Barra de sempre. Natal de sempre, ano novo chegando de novo.
Eu tenho minhas felicidades acumuladas desse ano. Tantos amigos que eu amo, que me amam de volta, me rodeando. Estou amando de novo, mas deixemos os detalhes pra mais tarde.
Não vejo nada ali no final do arco-íris, mas dizem que se eu for ao oftalmologista, talvez ele dê jeito nesse problema de visão. Tem anos que não vou num, aliás.
Então vem 2010, chegae.
Não to dando pulinhos alegres e saltitantes pra você chegar, ano vindouro, mas to bem aliviada, pra falar a verdade. Tem suas novas perspectivas, e todo aquele blablabla de renovação.
Eu venho tentando. Tento não faltar mais a minha terapia por exemplo. Resolvi pegar pesado comigo, e cutucar o que andava evitando. Dói. Machuca a alma.
Descobri que não choro dicumforça tem tempo. Não consigo, não sai. Admiro tanto a capacidade de chorar alheia, fico com inveja mesmo. Queria chorar de soluçar e perder o ar, e ficar dando aqueles soluços. Mas não sai.
Outro dia me fechei no meu quarto, fiz todo um clima, mas não saiu uma lágrima.
Comentei com a analista que o nó na garganta existe, portanto, tenho potencial pra chorar. Mas isso aqui tá mais seco que o Saara no alto verão.
Então pacientemente espero. Espero chorar, espero sentir as coisas todas de novo, espero ter minha esperança de vida renovada.
Vou fazer o exame de vista no começo do ano pra tentar enxergar melhor o que me espera ali adiante.

27.11.09

OSHO


Zen Tarot Card
Nada

Buda escolheu uma das palavras que realmente trazem em si um grande potencial -- shunyata. A palavra inglesa, o equivalente inglês ´nothingness´ [nada], não é uma palavra tão bela. Por esse motivo é que eu gostaria de transformá-la em ´no-thingness´- porque o "nada" de fato não é exatamente um vazio: ali se encontra potencialmente o "tudo". Nele, vibram todas as possibilidades. Trata-se de potencial, potencial absoluto. Ainda não está manifesto, mas tudo está contido ali.

No princípio é natureza, no final é natureza. Então, por que criar tanta confusão no meio do caminho...? Por que ficar tão preocupado, tão ansioso, com tantas ambições, no meio do caminho -- por que criar tamanho desespero? Toda a jornada é do nada ao nada.

Osho Take it Easy, Volume 1 Chapter 5

Comentário:

Encontrar-se "no vazio" pode ser desorientador e até assustador. Nada em que se apoiar, nenhum sentido de direção, nem mesmo um indício a respeito de quais opções e possibilidades poderiam estar à frente. Era, porém, exatamente esse estado de potencialidade pura que existia antes que o universo fosse criado.
Tudo o que você pode fazer agora é relaxar no seio dessa não-materialidade... mergulhar nesse silêncio entre as palavras... observar esse vazio entre a expiração e a inspiração, e guardar o tesouro de cada momento vazio da experiência. Alguma coisa sagrada está para nascer.


mais: aqui

9.11.09

Carlos Drummond de Andrade

"Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino: o amor.
Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...
Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... se você preferir morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor. "

26.10.09

Negativo positivo

Sou da paz, sou tranquila.
Mas não faça isso comigo.
Não me constranja, não me sufoque, não me julgue sem antes perguntar.

Não faça eu me sentir sem ar. Não faça eu chegar às minhas próprias conclusões, tentando perguntar, sem obter resposta, e, depois, enviar você pro espaço sideral das lembranças.

Não faça pouco de mim, não me despreze, ignore, não jogue verde comigo.
Não me subestime.
Não me ache santa. Não sou, nunca fui e nunca serei. Não me ache maluca, mesmo assim. Não pare de me respeitar, não me culpe sem pensar.

Não me esqueça, não me largue, não me compare.

Não tenho a quem ser comparada, não sou ela, não serei nunca.

Não me atente a paciência. Não acredite que eu aguento tudo.

Não me interrompa quando falo, não faça pouco caso das minhas lágrimas.

Não pense que esqueço fácil. Não tente revirar meus segredos. Não me abro se não estiver segura.

Não me ame, se não me amar de verdade. Não me contento com pouco.


- eu solto as palavras assim, que são palavras apenas, não mensagens subliminares. são devaneios, são pensamentos de quem eu sou às vezes. e, tem vezes, que quero ser mais séria do que normalmente pareço -

24.10.09

Previsão do tempo

Para Búzios, que é onde eu pretendia ir no meu aniversário na semana que vem. Vamos ver se ainda vai rolar...

18.10.09

AIR - Venus

pensamentos em desordem pra um domingo de pés cansados

Dançar a noite inteira de saltinho não é uma boa idéia, definitavamente. Deviam inventar um sapato que fosse portátil pra essas ocasiões. Taí, vou patentear um que seja dobrável, caiba numa bolsinha de balada e te salve de perrengues no meio da noite. Depois de uma certa hora foi pé no chão com meia-calça e tudo. Não nasci pra sofrer.

Falando nisso, cansa sabia? Puta que pariu, como cansa. Acho que parte é TPM, parte é inferno astral ( se é que isso existe ), parte é vontade de mandar tudo pro caralho, parte é minha ansiedade que ultimamente foi obrigada a sossegar porque a vida não tem ajudado...Mas tem muito tempo que não sou genuinamente feliz. Não sei o que acontece com a minha vida, ou comigo. Não sei se é minha culpa, não sei. Mas é um sofrimento idiota, constante, uma instatisfação eterna com tudo que me acontece, do jeito que acontece. As coisas que quero que aconteçam não acontecem. É um MIMIMI eterno. E puta merda, cansei.


Ainda bem que eu tenho amigos dos mais incríveis. Graças a Deus. Eu tenho amigos. Ponto.

E é pra onde eu mando o meu amor ultimamente. É pra eles que vai. É pra quem sempre está ali quando eu preciso. Pra quem eu sempre corro quando eles precisam. Porque pra mim, amizade e amor é construção. É semente a ser regada. É proteger da chuva, cuidar pra não faltar luz. No escuro as coisas morrem. Na ignorância também.


ps: Adoro horário de verão.

16.10.09

Eu vou conseguir

Dieta é uma coisa muito chata, todos sabemos disso. Nem todos, vai. Mas a maioria. Eu resolvi começar ontem. Cortei todo e qualquer carboidrato da minha vida durante sei lá, 15 dias (para começar). Isso significa que:

no more pãezinhos
no more chocolates para me dar a serotonina dos dias tristes
no more drinks para me dar a serotinina dos dias tristes e felizes

Então. Aí juntei isso com caminhada. Hoje comecei. Andarei todos os dias. Não necessariamente na praia, mas vou optar pelas caminhadas. Dizem que funciona mais rápido.
Cansei de olhar pra mim e me achar uma coisa esquisita. Não caber nas roupas é um saco. Tem um monte de coisas que me incomodam.

Então é isso. Dieta mode: on.
Wish me luck.

*fim da mulherzice de hoje*

Tantra e Mantra

Tirei um trechinho de um texto muito bom que encontrei na internet sobre o Tantra. O autor, Pedro Kupfer esclarece com referências e propriedades que Tantra não é uma maneira de prolongar o orgasmo. É uma filosofia para a vida.

"Enquanto alguns buscam a elevação através da repressão ou da eliminação do desejo sexual e suas raízes (samskaras), para o tantrismo a sua utilização é condição básica. O homem deve evoluir executando as mesmas ações que causam a sua perdição. Assim, afirma o Kularnava Tantra:

Quando caímos no chão, é com o auxílio do chão que nos levantamos.

"Pelo próprio fato de não se tratar de um ato profano, mas de um rito, no qual os participantes não são mais seres humanos senão que estão 'desprendidos', como deuses, a união sexual não participa mais do nível kármico. Os textos tântricos repetem com freqüência o adágio: 'pelos mesmos atos que fazem com que muitos homens se queimem no inferno durante milhões de anos, o yogin obtém a salvação eterna'. (...) O jogo erótico se realiza num plano transfisiológico, porque nunca tem fim. Durante o maithuna, o yogin e sua náyiká (4) incorporam uma 'condição divina', no sentido de que não somente experimentam a beatitude, senão que podem contemplar diretamente a realidade última." Mircéa Éliade, El Yoga. Inmortalidad y Libertad, pp. 194, 197."

o texto na íntegra você lê aqui.



***

Enquanto eu organizo meus pensamentos e pratico a paciência para encarar os desafios da minha vida, acabei "viciando" em ouvir mantras (que minha amiga Rachel gravou pra mim) antes de dormir. O efeito é como se meu corpo tivesse sendo inundado por luz e paz.

Não sigo nenhum ritual que li nos livros, nada que eu tenho praticado em cursos. Eu só me sento, ou me deito na minha cama , acendo umas velas, a lava lamp azul, e quando a casa já está em silêncio, começo a ouvi-los.

Tenho dormido melhor, geralmente não durmo enquanto escuto. Depois que desligo o Ipod, boto ele na mesa, aí sim, durmo imediatamente depois. Mente zerada, espírito renovado, alma lavada. Recomendo.










12.10.09

Clarice Lispector - sobre a saudade

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."

need I say more?
didn´t think so...

10.10.09

Clarice sobre o amor

Acho tão lindo, tão real.

"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

"Mas há a vida
que é para ser
intensamente vivida,
há o amor.
Que tem que ser vivido
até a última gota.
Sem nenhum medo.
Não mata."

8.10.09

Olha, com tudo que eu venho aprendendo nesse tempo da minha vida, vou lhes falar...to aprendendo a ter o dom da paciência e controlar a minha ansiedade...

Tuuuuuudo é espera na minha vida atualmente.

Quem espera sempre alcança ou sempre cansa?

hmm

6.10.09

He Wasn´t There (Lily Allen)

Daquelas que foram escritas pra mim...
a letra inteira, sem tirar nem por...




He wasn't there when I needed him
No, he was never around
His reputation was preceding him
And he was out on the town
It didn't matter if he let me down
I didn't care about the lies
Now all I knew was that he loved me very much
He was my hero in disguise

I'm so pleased I never gave up on him
Oh well you wouldn't believe some of the things that he did
And everyone said you have to give him some time
And I'm glad that I gave it to him cause now everything's fine

Now you see I never thought you´d be a constant person in my life
And I don't think that you would be if you´d have stayed with your ex wife
I know you wouldn't but there is no need
No need to apologise
Because I know you'll always love me very much
You are my hero in disguise

I'm so pleased I never gave up on him
Oh well you wouldn't believe some of the things that he did
And everyone said you have to give him some time
And I'm glad that I gave it to him cause now everything's fine

You might have thought you didn't teach me much
But you taught me right from wrong
And it was when you didn't keep in touch
Well it taught me to be strong
And just in case you ever thought I would
I wouldn't change you for the world
Because I know you'll always love me very much
I'll always be you're little girl

I'm so pleased I never gave up on him
Oh well you wouldn't believe some of the things that he did
And everyone said you have to give him some time
And I'm glad that I gave it to him cause now everything's fine

uma das coisas mais lindas que já vi.

5.10.09

porque tem hora que cansa...

e a gente fica parecendo que tá em cima do Grand Canyon gritando e só recebendo o próprio eco como resposta.

apesar de tudo, apesar de TUDO MESMO...a gente continua tentando.

independente das respostas.

assim, me torno mais forte, mais próxima de quem eu gostaria de ser. quem sabe assim, alguém me reconhece e me dá sua mão em cumplicidade. sem dizer nada. apenas sendo.

1.10.09

S.O.S. meu coração.

Vontade de beijo na boca, abraço na cama, acordar com mil vontades, tomar banho junto, ouvir música junto, fumar cigarros juntos, comer juntos. Rir das piadas do outro, escolher um filme pra ver, andar por aí de mãos dadas, pegar pra passear.
Fazer sexo em lugares proibidos, sair correndo da chuva...
Vontade de ir onde eu nem sei mais. Onde minha imaginação tá me levando.

Eu preciso mesmo de uma ocupação pra minha cabeça parar de pensar no impossível. Porque quando vejo lá estou eu em devaneios de novo.


Amar é complicado. Quando é mais complicado do que o normal, como faz?

Como? Hein, Deus?

Segue-se vivendo.

Hoping, praying, waiting.

29.9.09



testando...lápis+photoshop

preciso urgente de um curso de photoshop/illustrator.
não quero mais tosqueira...

25.9.09

Wait For Me - (Jamie Lidell)






Did you think that I've been foolin' around
As I'm wanderin' from town to town
Asking you to wait, wait for me
Don't you know you can't believe all that you've heard
I know it's rough when all you have is my word
Asking you to wait, wait for me
But I've been waiting, I've been waiting, I've been waiting, yeah
I've been waiting, I've been waiting, wanna know if you'll wait for me too
I wanna know if you'll
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me, wait for me
We both know I won't be standing still
But to have your love is such a thrill
That's why I'm asking you to wait, wait for me
Without you by my side I just can't sleep
That's why I'm up all night counting sheep
Hoping and praying you'll wait for me
But I've been waiting, I've been waiting, I've been waiting, yeah
I've been waiting, I've been waiting, wanna know if you'll wait for me too
I wanna know if you'll
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me
Wait for me, wait for me, wait for me
'Cause I've been waiting, I've been waiting, I've been waiting, yeah
I've been waiting, I've been waiting, I've been waiting, yeah
I've been waiting, I've been waiting, I've been waiting, yeah
I've been waiting, I've been waiting, wanna know if you'll wait for me too
I wanna know if you'll
Wait for me

23.9.09

In other words..ca-guei pro que você pensa de mim.

"Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam é problema deles."

não sei de quem é...

(tem gente que julga a gente xyz...olha pro próprio umbigo antes de apontar o dedo na cara dos outros. evitar isso é o caminho pra solidão)

Pela atenção, obrigada.

16.9.09

What´s a Girl To Do? (Bat For Lashes)




We walked arm in arm
But I didn't feel his touch
The desire I'd first tried to hide
That tingling inside was gone

And when he asked me
“Do you still love me”
I had to look away
I didn't want to tell him
That my heart grows colder with each day

When you've loved so long
That the thrill is gone
And your kisses at night
Are replaced with tears

And when your dreams are on
A train to train-wreck town
Then I ask you now
What's a girl to do

He said he'd take me away
That we'd work things out
And I didn't want to tell him
But it was then I had to say

Over the times we've shared
It's all blackened out
And my bat lightning heart
Wants to fly away

When you've loved so long
That the thrill is gone
And your kisses at night
Are replaced with tears

And when your dreams are on
A train to train-wreck town
Then I ask you now
What's a girl to do

What's a girl to do
What's a girl to do
What's a girl to do

7.9.09

Eu já fui triste de não conseguir sorrir. Agora consigo sorrir mesmo estando triste. É uma evolução saber aproveitar o que se tem, e deixar que a vida tome conta do que ainda se terá. O aqui e agora me interessa. O resto, é depois.
A opção de viver o presente me alivia um peso enorme das costas. Apesar de tudo.

Eu moro na cidade mais linda que podia existir, eu tenho os melhores amigos que eu poderia ter.
Não há nada nem ninguém que vá me fazer esquecer quem eu sou ou de onde eu vim.


Pra onde eu vou, depende de mim. No momento estou reunindo forças, fazendo exatamente o que eu preciso fazer, para que eu possa dizer lá na frente que eu pelo menos tentei.
Arrependimento é algo muito distante de mim agora. Nunca tive, que eu me lembre. Jogo aberto sempre, mente sã, espírito alimentado pelas boas coisas boas da vida. Eu só preciso disso e de uma árvore de dinheiro no meu quintal...rs

Agradeço ao lindo dia de hoje.
Eu precisava desse mar e dessas risadas.

Não deixei de estar triste. Mas a tristeza é algo que assim como a felicidade está sempre presente em nossas vidas. Basta prestar atenção e dar a importância devida às duas coisas pra você entender.

Existe a compensação.


Boa noite.

6.9.09

Boa Sorte (Vanessa da Mata)

É, tem uma hora que a gente tem que simplesmente aceitar e pronto.
To nessa agora.
Sem comodismo. Mas cansei de dar murro em ponta de faca.

Principalmente quando não se tem escolha.

Todo carnaval tem seu fim.

31.8.09

impulso versus ponderar

Eu posso enganar. Acho que as maiores surpresas que já vi foram quando eu tomei decisões na minha vida que, aparentemente, pra quem convive comigo, nunca pensaria que eu pudesse tomar. Sinceramente, não tenho consciência disso, até que acontece. É recorrente.
Vou dar um exemplo básico.
A pessoa tá lá me achando super gente boa e tal. Coisa que modestamente eu até acho que eu seja. Mas ela ou ele fala alguma coisa que não desce bem. Na hora eu não falo nada. Mas eu guardo. Eu penso, vejo que se realmente eu volto pra casa pensando naquilo, o treco me incomodou...e uma hora qualquer eu vou dar uma cutucada. Num chopp qualquer, em alguma situação de preferência descontraída. Aí vou lá e desconserto a pessoa. Chato bagarai. Não me orgulho.
Então queridos, eu andei pensando muito e tem muita coisa me incomodando.
Só não tomei nenhuma medida drástica assim do nada porque eu acho que é desnecessário.
Eu devo ser mimada, infantil, minha idade mental não deve ultrapassar os 15 anos. Mas quando as coisas não estão tão bacanas quanto eu gostaria, a tendência é mandar tudo pro espaço.
Pena que a nave não passou ainda, porque aí quem iria pro espaço seria eu. Primeira da fila pra entrar.
Quero descer, acho muito legal tudo aqui, mas cansa.
Eu ando pensando tanto que minha fisionomia tá ficando diferente. Aí vou lá no ouvido dos meus amigos e falo sem parar. Aí vou lá na minha analista e repito tudo de novo. Aì eu chego em casa e ouço música, sem parar, escrevo, leio, durmo, acordo.
E volto a ficar entre a impulsividade e o ponderar.
Ponderar cansa.
Mas é mais sábio. É mais zen. É o que eu não faria. Então resolvi tentar.
Vou surpreender não mandando tudo pro caralho. Vamos ver como reagem a isso.

Preciso escrever mais. Botar menos músicas. Mas elas falam melhor que eu. Coloco o que eu to ouvindo na hora que eu to ouvindo, na maioria das vezes. E elas falam melhor do que eu estou sentindo do que eu mesma.
Eu ando triste. Ponderando e me entristecendo. Nesse ritmo só um milagre.
Eu ainda acredito no que eu não enxergo. Mas eu só aprendo vendo com meus olhos.

Minha cara tá vermelha de tanto dar pros outros baterem. Já levei muito desaforo pra casa. Já engoli muita merda dita da boca pra fora. Mas isso vai me machucando, formando feridas em cima das outras que mal cicatrizaram. E aí acham que tá tudo bem aqui comigo.
Por dentro eu vivo chorando.
Mas eu sorrio porque acredito nessa vida. Acredito que eu cresço com tudo que me acontece. Acredito que eu tenho que estar viva pra ver os milagres acontecendo. Eu ainda não vi nenhum, mas sigo olhando, vai que dá uma sorte...

30.8.09

Give me One Reason (Tracy Chapman)



Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Because I dont want leave you lonely
But you got to make me change my mind

Baby I got your number and I know that you got mine
But you know that I called you, I called too many times
You can call me baby, you can call me anytime
But you got to call me

Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Because I dont want leave you lonely
But you got to make me change my mind

I dont want no one to squeeze me - they might take away my life
I dont want no one to squeeze me - they might take away my life
I just want someone to hold me and rock me through the night

This youthful heart can love you and give you what you need
This youthful heart can love you and give you what you need
But Im too old to go chasing you around
Wasting my precious energy

Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Give me one reason to stay here - and Ill turn right back around
Because I dont want leave you lonely
But you got to make me change my mind

Baby just give me one reason - give me just one reason why
Baby just give me one reason - give me just one reason why I should stay
Because I told you that I loved you
And there aint no more to say


****

E não vou falar mais nada.

25.8.09

All I Need



Air
Moon Safari (1998)
All I Need

All I need is a little time,
To get behind this sun and cast my weight,
All I need is a peace of this mind,
Then I can celebrate.

All in all there's something to give,
All in all there's something to do,
All in all there's something to live,
With you ...

All I need is a little sign,
To get behind this sun and cast this weight of mine,
All I need is the place to find,
And there I'll celebrate.

All in all there's something to give,
All in all there's something to do,
All in all there's something to live,
With you ...


----

Eu pego as minhas músicas favoritas, muitas vezes crio situações pra mim mesma, para que eu as grave na minha lembrança, relacionando-as à alguma coisa. Nesse caso, dessa música, é tão lindo que eu não vou estragar contando. Eu vou fechar os olhos e lembrar de tudo.

16.8.09

"A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e alimentar as estimulações sensoriais e psicológicas necessárias para a sua manutenção e motivação."

Wikipedia.

10.8.09

De autor desconhecido

"Eu sei que atrás desse universo de aparências,das diferenças todas, a esperança é preservada.
Nas xícaras sujas de ontem o café de cada manhã é servido. Mas existe uma palavra que não suporto ouvir e dela não me conformo.
Eu acredito em tudo, mas quero você agora!Eu te amo pelas tuas faltas, pelo teu corpo marcado, pelas tuas cicatrizes, pelas tuas loucuras todas,minha vida.
Eu amo as tuas mãos, mesmo que por causa delas eu não saiba o que fazer das minhas.
Amo o teu jogo triste e as tuas roupas sujas é aqui em casa que eu lavo.
Eu amo a tua alegria mesmo fora de si, te amo pela tua essência e te amo até pelo que você podia ter sido, se a maré das circunstâncias não tivesse te rebanhado nas águas do equívoco.
Te amo nas horas infernais e na vida sem tempo...
Te amo pelas crianças e futuras rugas.
Te amo pelas tuas ilusões perdidas e teus sonhos inúteis...
Amo teu sistema de vida e morte, te amo pelas tuas entradas, saídas e bandeiras e te amo desde os teus pés até o que te escapa.
Te amo de alma para alma e mais que as palavras, ainda que seja através delas que eu me defendo quando digo que te amo mais que o silêncio dos momentos difíceis,
quando o próprio amor vacila."

6.8.09

Conclusões

Não quero ser diferente do que eu sou, não quero parar de sonhar os meus sonhos, querer o que eu sempre quis pra mim. Não vou fazer isso de novo. Não vou desistir de atingir meus desejos, vontades e manias.
Tenho prazer em ser eu, me olhar por dentro e me reconhecer.
Não vou mais me enganar, isso é passado.
Não tenho vergonha de amar, não tenho vergonha de dizer que sou toda amor. Amo muito e intensamente. Sou verdadeira quando amo, transparente, desequilibrada, ansiosa, meio mãe, meio irmã, meio melhor amiga, mulher totalmente.
"Deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar".

Então eu resolvi, tomei uma decisão muito importante.

Eu serei eu o tempo inteiro.
Mereço ser eu, mereço muito respeitar meus limites, minhas dúvidas, minhas tristezas, toda a confusão que acontece dentro de mim nessas horas.
Prometo a mim mesma: não me boicotarei.
Não vou forçar a barra, vou deslizar suavemente. Serei delicada comigo.
Não vou perder noites de sono pensando em como eu podia ser diferente. Vou dormir mais cedo e acordar de manhã já querendo mudar o que eu não gosto.
Vou fazer promessas e cumpri-las. Por isso mesmo, sei que não posso cumprir todas. Serei honesta comigo. Sem blefar.
É jogo aberto agora.
Faça uma pergunta, eu te respondo, se isso não me prejudicar. Se achar que pode me afetar de maneira negativa, eu gentilmente mudo de assunto e digo que não darei respostas do que eu não sei.
Eu estou comigo.
Preciso respirar, preciso viver minha vida.
Eu me lembro o que eu queria pra mim há muitos anos atrás. Infelizmente quase nada aconteceu, por culpa minha talvez...
Mas agora eu tenho o direito, me dei esse direito, serei feliz.

Sem culpa nenhuma. Sem chororô. Sem arrependimentos, porque eu precisei traçar esse caminho até aqui.

Sem medo.

Agora eu sei o que eu quero, e vou lutar até o fim. Se não conseguir, não vou dizer "pelo menos eu tentei"... Vou analisar o que deu errado e tento de novo. Não vou mais aceitar calada o que vier. Sou um fator de uma equação.

E também, vou dormir, porque sonhando tenho encontrado muitas respostas, minha mente descansa e preciso desse tempinho.

boa noite, poucos amigos queridos que me lêem.

30.7.09

Ai preguiça

Chove tanto, faz um friozinho delicioso. Eu estou com uma preguiça master. Vontade de dormir, dormir, dormir.
Entre outras coisas, claro.
Mas vou deixar isso quieto.

Fui ao Paraguay e comprei umas coisinhas pra mim. Entre elas meu Ipod novo. Creminhos, perfumes, um bando de bobagens. Volto lá em setembro e vou comprar mais. Adoro dar presentes, vou trazer mais!

Eu estou com uma tremenda falta de assunto.

No momento deitada na cama, com as pernas em cima da mesa, ouvindo no shuffle as musiquichas no Ipod novinho.

Queria te dar uns beijos agora, youknowhoyouare.

Recadinhos anônimos em post é tão cafona. Mas não to nem aí.

To é com preguiça de escrever qualquer coisa profunda, sentimental, com palavras lindas e tal.

Eu gosto de digitar no teclado. Um dia eu percebi que conseguia fazer isso sem olhar pra ele. Foi quando me dei conta o tempo que já passei escrevendo no computador.
Me assustei um pouco, mas depois continuei digitando.

Ai preguiça.

Minha cabeça pensa em coisas muito inúteis nesse momento. Tipo, vou ali acender um cigarro, escovar os dentes e dormir (de novo).

Ou nao. Cade o acento que tava aqui? Ai, desconfigurou tudo.

Preguicaaaa sem cedilha.

Tchau.

29.7.09

With or Without You (U2)




See the stone set in your eyes
See the thorn twist in your side
I wait for you

Sleight of hand and twist of fate
On a bed of nails she makes me wait
And I wait without you

With or without you
With or without you

Through the storm we reach the shore
You gave it all but I want more
And I'm waiting for you

With or without you
With or without you
I can't live
With or without you

And you give yourself away
And you give yourself away
And you give
And you give
And you give yourself away

My hands are tied, my body bruised
She got me with
Nothing to win and
Nothing left to lose

And you give yourself away
And you give yourself away
And you give
And you give
And you give yourself away

With or without you
With or without you
I can't live
With or without you

With or without you
With or without you
I can't live
With or without you
With or without you

Yeah, we'll shine like
stars in the summer night
We'll shine like
stars in the winter light
One heart, one hope, one love

With or without you
With or without you
I can't live
With or without you
With or without you

18.7.09

For Once In My Life



Stevie Wonder

For once in my life I have someone who needs me
Someone I've needed so long
For once, unafraid, I can go where life leads me
Somehow I know I'll be strong

For once I can touch what my heart used to dream of
Long before I knew
Oooh Someone warm like you
Would make my dream come true

Yeah yeah yeah

For once in my life I won't let sorrow hurt me
Not like it hurt me before
For once, I have something I know won't desert me
I'm not alone anymore

For once, I can say, this is mine, you can't take it
As long as I know I have love, I can make it
For once in my life, I have someone who needs me

HE He He Hey yeah
ooh baby ooh baby

For once in my life I won't let sorrow hurt me
Not like it hurt me before
For once, I have something I know won't desert me
I'm not alone anymore

For once, I can say, this is mine, you can't take it
Long as I know I have love, I can make it
For once in my life, I have someone who needs me

For once in my life
Yeah Somebody like my
Ooh baby

16.7.09

texto antigo...

Andei fuçando uns textos meus antigos em blogs perdidos na vida e no espaço.
Eu sempre gostei de escrever, acho que desde que aprendi a escrever.
E sempre escrevi sobre tudo. Inclusive sobre sexo. Inclusive sobre sexo com amor...

"Quando o sexo transcende...quando de vez em quando a gente consegue olhar nos olhos da pessoa e saber que ele(ela) está ali porque simplesmente não queria estar em nenhum outro lugar. Isso se torna completo. O orgasmo é mais completo, não é um gozo do corpo. É o gozo do corpo e da alma, que está ali junto dessa outra alma. A mente não raciocina mais , o transe começa. O movimento do corpo é quase intuitivo, os dois corpos seguem o mesmo ritmo. Aceleram ao mesmo tempo, descansam quase que simultâneamente.
Pra mim, isso é quando o sexo torna-se completo. Quando não é preciso dizer mais nada. Quando se exibe um sorriso sereno nos rostos. Quando mesmo estando longe, a gente sabe que ambos queriam estar perto.
Sexo pra mim, é sinônimo de plenitude. É energia, e não pode ser desperdicada de maneira alguma. Usar nossa energia com outro corpo, vai muito além do que estamos ali vendo à olhos nus. É troca de muita coisa...mas isso não é assunto pra blog. Isso é papo entre amigos, e leva horas.....

Só posso dizer, e ficar aqui repetindo, que estou feliz. E não só sexualmente. " 29/12/2001


Faço minhas, minhas palavras hoje em dia.
;)

10.7.09

Antes de dormir

Extremo cansaço. Mil coisas na minha cabeça, coisas acontecendo, tristezas que vêm e me tiram lágrimas fora de hora.
Mas eu estou feliz, não é nem no fundo, é na pele mesmo. Eu queria uma reviravolta na minha vida e agora eu tenho.
Amo muito as pessoas que me cercam, me sinto confortável no meu próprio "mundinho". Essas lágrimas secam, nada grave. Algumas coisas cortam o coração, mas esse aqui já foi remendado várias vezes, além do que, eu sou chegada num patchwork. Acho digno...
:)

Amanhã é sábado e um dia ensolarado me espera.
Abraço a noite pra que meus sonhos venham cheios derevelações, que sejam tranquilos e repletos de esperança.

Boa noite, bom final de semana.

6.7.09

Eu to muito escrevinhadora esses dias. Eu sei. Nada pra fazer a não ser botar pra fora e coisa e tal. O negócio é que eu já não sei onde botar tantos pensamentos. Eu faço análise, e juro, tenho procurado não faltar. Quando eu chego eu desando a falar. Nunca cheguei e fiquei naquele silêncio até que algo viesse à tona. Acho que eu não conseguiria, acho desconfortável. To ali pra isso não é mesmo? Pra falar e ser ouvida.
Eu tento viu. Tento. To tentando.
Mas essa minha cabeça vou falar uma coisa. Não é fácil ficar aqui dentro dela não.
Botar esse tanto de coisa em ordem é quase como tentar dar aula num colégio cheio de adolescentes rebeldes e armados até os dentes.
Aí chega a tal ponto que quando eu sento aqui pra tentar escrever alguma coisa que faça sentido, acaba não fazendo algum.
De qualquer maneira não digam que eu não tentei.
É só o que faço ultimamente. Tento.
Esse post é aquele tipo que fala e não diz nada. Não vou mais perder seu tempo e o meu, porque amanhã é segunda-feira e todos temos que começar tudo de novo.
Boa semana.
Brigadabeijo.

4.7.09

Um cigarro e cama

Só quem fuma entende. Não estou achando lindo o que estou a ponto de dizer, mas sinceramente, não tem outra maneira. Quem fuma sabe.
Você tá lá, na sua, passa das onze da noite, em casa, achando que ainda tem alguns cigarros no maço...Aí relaxa e fica à vontade navegando na internet, cochilando, ouvindo música, pensando no que escrever e tal. Mas quando você abre o maço...a derrota. Tem UM cigarro. Ninguém mais entrega. Você vai ter que andar quilômetros antes de chegar no primeiro boteco pra comprar seu vício maledetto.
Aí você se ama muito porque sempre guarda um "estepe" em algum lugar e cata por todos os lados do seu quarto e acaba achando. Ele não é da marca que você fuma, mas who cares?
Agora você tem dois cigarros.
Big deal. Isso dá doença, dá problema, dá tudo que é tipo de coisa ruim na vida. Mas você fuma cacete. Então fica feliz consigo porque escondeu um maço qualquer numa gaveta pra uma situação dessas.
Uma hora dessas, antes de vocês piscarem, eu vou parar. Mas hoje, sabadão bodeada, sofrendo com um torcicolo e com as dores da vida, não.

musiquinha prum sábado nublado e preguiçoso




In My Place
(coldplay)

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
I was lost, oh yeah
I was lost, I was lost
Crossed lines I shouldn't have crossed
I was lost, oh yeah

Yeah How long must you wait for it?
Yeah How long must you pay for it?
Yeah How long must you wait for it?
Oh for it

I was scared, I was scared
Tired and under prepared
But I wait for it
If you go, if you go
Leave me down here on my own
Then I'll wait for you (yeah)

Yeah How long must you wait for it?
Yeah How long must you pay for it?
Yeah How long must you wait for it?
Oh for it

Sing it
Please, please, please
Come back and sing to me
To me, me
Come on and sing it out, now, now
Come on and sing it out, to me, me
Come back and sing it

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
And I was lost, oh yeah,
Oh yeah

Do avesso

Dói tudo. A ressaca do meu corpo é relativa à da minha alma. Dói por dentro e por fora. Sei que tem horas que eu fico assim. Meu jeito escorpiano de ser. Mas eu me atraio de vez em quando pela caverna escura das minhas feridas...Vou ali dentro, me reviro do avesso, saio mais fortalecida. Mas é inevitável, quando me dou conta, já entrei. Sem lanterna, sem capacete. Eu me jogo com força. E aí machuca né? Quanto mais velocidade eu coloco nas coisas (leia-se meus pensamentos), mais arriscada é a porrada no muro e os hematomas a seguir.
Eu acho que exercito todas as coisas ao mesmo tempo dentro de mim. Estou aprendendo a me ter por perto, sem querer fugir de mim. Muitas vezes é assustador. Momentos assim, são quase inexplicáveis. Ninguém vai entender se eu mesma não consigo.
E essa intuição torturante? O que eu faço com ela é as vezes ignorar.
Não sei bem se é meu Júpiter retrógado que me atrai pra esse tipo de pensamento sofrido, mas há algo estranho em meu reino.
Alguém por favor, me dá uma poção mágica e faz isso desaparecer?
O fato é: eu passo por coisas todo santo dia que me testam. Mas eu juro, tento ver com leveza a maioria delas. O problema é que eu não sou tão simples assim, então no labirinto que é esse meu espírito, as coisas simples se perdem no meio do caminho, sem lenço e documento e fica difícil traze-las de volta.
Pienso que talvez mañana yo estaré muy lejos, muy lejos de ti.
Perdoem meu español.
Hay que endurecer sin perder la ternura.
Boa noite.

2.7.09

é cafoninha, mas vai dizer que não é linda? machuuuuuuuuuuca



"A Different Corner"

I'd say love was a magical thing
I'd say love would keep us from pain
Had I been there, had I been there

I would promise you all of my life
But to lose you would cut like a knife
So I don't dare, no I don't dare

'Cause I've never come close in all of these years
You are the only one to stop my tears
And I'm so scared, I'm so scared

Take me back in time maybe I can forget
Turn a different corner and we never would have met
Would you care

I don't understand it, for you it's a breeze
Little by little you've brought me to my knees
Don't you care

No I've never come close in all of these years
You are the only one to stop my tears
I'm so scared of this love

And if all that there is is this fear of being used
I should go back to being lonely and confused
If I could, I would, I swear

30.6.09

Hábitos antigos

Perdi o hábito de escrever longamente; de ler vários livros ao mesmo tempo; de roer unhas; de sair de segunda a domingo; de desenhar nas paredes; de ouvir música nas alturas; de dormir de maquiagem; de enrolar pra acordar; de tomar banho ouvindo música; de dormir 12 horas seguidas; de dormir fora; de acreditar em tudo que eu escuto; de ver televisão; de revirar fotografias antigas; de ficar acordada até de manhã; de ver putaria na internet; de dançar até de manhã; de trocar telefones; de ir ao cinema; de procurar amigos antigos na internet; de fazer festa em casa; de mudar os móveis de lugar; de ser correspondida nos meus sentimentos; de chorar no chuveiro; de demorar no banho; de pintar minhas unhas de preto; de cortar o cabelo curto; de usar meus coturnos; de discutir com minha irmã; de ter um diário escrito à mão e papel; de tirar fotos ousadas de mim mesma e esconder; de ler poesia; de escrever poesia; de fantasiar minha vida; de fazer promessas; de me estender num assunto desagradável; de julgar o que desconheço; de nadar em piscina; de tomar sol ao meio-dia; de comer no macdonald's; de não saber dizer não; de colecionar revistas; de usar o icq; de teimar; de...

Eu só sei que eu mudei. Não tenho lembrança de muita coisa. Só a memória seletiva de quem viveu três décadas e sonhou com algumas coisas que nunca aconteceram. Acreditar no impossível deixou de ser impossível. Sentir é o mais importante. Para saber parar é preciso reconhecer o momento certo. Para conseguir seguir em frente é preciso ter fé.

Eu gosto de tudo que vivi. Mas meu coração nunca mais vai ser o mesmo, minhas lembranças já não são tão doces, minha vida já não é tão distante assim. Eu aprendi a perder alguns hábitos e adquirir outros novos que ainda não me dei conta do que são. Penso que talvez no futuro eu os reconheça como antigos. Agora sou o que é o presente e só.


"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também, o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos q cometemos,os impulsos a que cedemos, "sem querer". Sigmund Freud " - contribuição da Julia Leal ao ler este post. Amiga, sábia e filósofa.

29.6.09

I Don´t Know What I Can Save You From

Só pra não perder o hábito. Minha vida inteira em trilha sonora.

Enjoy.



I Don't Know What I Can Save You From

You called me after midnight
Must have been three years since we last spoke
I slowly tried to bring back
The image of your face from the memories so old
I tried so hard to follow
But didn't catch the half of what had gone wrong
Said "I don't know what I can save you from"
I don't know what I can save you from

I asked you to come over, and within half an hour
You were at my door
I had never really known you
But I realized that the one you were before
Had changed into somebody for whom
I wouldn't mind to put the kettle on
Still I don't know what I can save you from
I don't know what I can save you from

I don't know what I can save you from
I don't know what I can save you from
I don't know what I can save you from
I don't know what I can save you from

22.6.09

Tava procurando uma música pra ouvir enquanto eu resolvi que precisava escrever alguma coisa. Qualquer coisa. Aí coloquei Under Pressure do Queen com o Bowie.
Então eu acho que eu vou ficar quietinha aqui. Enfiar a letra aqui, como tenho feito ultimamente. E ouve aí.
Prestenção, viu?
Tem uma música pra cada dia da minha vida. Hoje não poderia ser diferente.



Under Pressure

Queen

Composição: David Bowie

Um boom ba bay
Um boom ba bay
Um boom ba ba bay

Pressure pushing down on me
Pressing down on you no man ask for
Under pressure - that burns a building down
Splits a family in two
Puts people on streets

Um ba ba bay
Um ba ba bay
Dee day duh
Ee day duh

It's the terror of knowing
What the world is about
Watching some good friends
Screaming 'Let me out'
Pray tomorrow gets me higher
Pressure on people, people on streets

Day day day
da da da dup bup

O.k.
Chippin' around
Kick my brains around the floor
These are the days it never rains but it pours

Ee do bay bup
Ee do bay ba bup
Ee do bup
Bay bup

People on streets
Dee da dee da day
People on streets
Dee da dee da dee da dee da

It's the terror of knowing
What this world is about
Watching some good friends
Screaming 'Let me out'
Pray tomorrow - gets me higher high high
Pressure on people - people on streets
Turned away from it all like a blind man
Sat on a fence but it don't work
Keep coming up with love
but it's so slashed and torn

Why - why - why ?
Love love love love love

Insanity laughs under pressure we're cracking
Can't we give ourselves one more chance
Why can't we give love that one more chance?
Why can't we give love...?
give love give love give love give love give love give love give love give love...
'Cause love's such an old fashioned word
And love dares you to care for
The people on the edge of the night
And loves dares you to change our way of
Caring about ourselves
This is our last dance
This is our last dance
This is ourselves
Under pressure
Under pressure
Pressure

20.6.09

Tem uma que é sempre um clichê, mas que eu sempre vejo por aí quando se trata de confessar uma coisa guardada há muito tempo.

"É... só eu sei...quanto amor...eu guardei...sem saber...que era só...pra você..."

Sem inspiração nenhuma eu vou dormir, com tonteira de labirinto ruim, com aperto no meu coração, com uma lágrima que resolveu escorrer espontâneamente e um demi-sorriso que veio da minha alma.

Oi, muito prazer, eu me chamo Maria Claudia e descobri que o amor existe.

8.6.09

Rome Wasn´t Built in a Day

You and me we're meant to be
Walking free in harmony
One fine day we'll fly away
Don't you know that Rome wasn't built in a day

In this day and age it's so easy to stress
'Cause people are strange and you can never second guess
In order to love child we got to be strong
I'm caught in the crossfire why can't we get along

'Cause you and me we're meant to be
Walking free in harmony
One fine day we'll fly away
Don't you know that Rome wasn't built in a day

I'm having a daydream, we're getting somewhere
I'm kissing your lips and running fingers through your hair
I'm as nervous as you 'bout making it right
Though we know we were wrong, we can't give up the fight
Oh no

'Cause you and me we're meant to be
Walking free in harmony
One fine day we'll run away
Don't you know that Rome wasn't built in a day

You and me we're meant to be
Walking free in harmony
One fine day we'll fly away
Don't you know that Rome wasn't built in a day

You and me (you and me) we're meant to be (meant to be)
Walking free (walking free) in harmony (in harmony)
One fine day (one fine day) we' ll run away (we gonna run away, we gonna ran away)
Don't you know that Rome wasn't built in a day

You and me (you and me) we're meant to be (meant to be)
Walking free (walking free) in harmony (in harmony)
One fine day (one fine day) we' ll fly away (we gonna run away, we gonna run away)
Don't you know that Rome wasn' t built in a day

18.5.09

Banho de descarrego

Foi no mar. As ondas do mar. Eu estou soando meio Clara Nunesca...mas olha, nada como um bom banho de mar e ainda ser azarada pelo Alexandre Borges ( eu não to viajando né Chel?) pra completar meu domingo. Depois dancei as mais diversas bizarrices numa festa que tem um nome engraçadíssimo.
Final de semana especial esse. Acho que daqueles inesquecíveis. Pelas companhias, pelos sorrisos e pelas lágrimas. A vida é tão mais legal quando se tem amigos...
Vou dormir. Eu passei o final de semana mais delicioso ever.
E olha, xô uruca. Que agora que eu tomei banho de mar, lavei a alma. O que vem de baixo não me atinge.
Cerveja é bom né?
A gente vai falando as coisas assim e volta a escrever no blog assado.
Pela atenção, obrigada.
Senão eu vou querer rock n roll all night. Ouié.

1.5.09

noites de chuva

Eu juro, estou me esforçando.
Acordo com o sol, dia lindo lá fora. A temperatura nessa época do ano é amena. Sinto o ar mais puro.
Prefiro não pensar em nada durante algumas horas. Ultimamente tenho me sentido mais reclusa.
Não quero me poupar de sentir, mas quero me poupar de sofrer. Então escuto com calma tudo que a vida vem me oferecendo de bandeja. Não é pouco. São dias lindos, risadas, companheirismo de amigos e família.
E a noite me abençoa com chuvas fortes que lavam tudo. Lavam inclusive aqueles pensamentos noturnos, aqueles, sabe? De que o dia terminou e a gente ainda continua, apesar de tudo.

26.4.09

Numerologia de Facebook

Name: Maria Claudia Pompeo de Vasconcellos
Birthday: 10/28/1975


Your Life Path Number is 6
Your Life Path Number represents the path you should take through life and the talents and skills you have to make your journey a rewarding one.

Your Life Path Number makes you a both a healer and a provider. You maintain a balanced life and are looked upon by others as a stable and trustworthy person. You are sympathetic and caring, which makes you a good listener and counsellor. You are able see the best in people around you.

Positive Traits
Nurturing, Responsible, Dutiful, Family Oriented, Kind, Stable, Devoted
Negative Traits
Intolerant, Discontented, Dictatorial, Dogmatic
Associations
Tarot: Lovers
Astrology: Venus, Virgo, Gemini
Rune: Wunjo
I Ching: Sung
Tree of Life: Tiphereth, Beauty
Hebrew Letter: Vau, Samekh
Shamanism: Duck, Snake, and Lion
Element: Earth, Air
Alchemy: Air
Aura: Rainbow
Color: Blue
Gemstones: Pearl, Sapphire, Diamond
Crystals: Blue Tourmaline
Month: June
Week Day: Friday
Lucky Numbers: 2, 3, 4, 9, 15, 24, 33, 42, 51, 60, 69, 78, 87, 96, 105
Flora: Tulip, Rosewood, Chrysanthemum

19.4.09

Sabe assim?

Sabe o que é? Eu estou acordando pra minha vida nova. Abri os olhos finalmente. Consegui ver que eu posso, eu quero e eu consigo.
Ando achando a vida linda, os dias deliciosos, as minhas expectativas viraram desejos realizados.
Passei a acordar todos os dias agradecendo ao universo por mais um dia.
Poliana mode on.

Mas eu nunca vou deixar de ser escorpiana, e eu sei muito bem quando eu preciso andar pela sombra de cauda levantada, viu? A pontinha sempre pronta pra dar o bote.

Faz parte.

Growing up is alright.

Me sentindo mais viva. Bom sinal.

31.3.09

Little Bit (Lykke Li)




Hands down
I'm too proud, for love
But with eyes shut
It's you I'm thinking of
But how we move from A to B it can't be up to me
Cause I don't know
Eye to eye
Thigh to Thigh
I let go

I think I'm a little bit
Little bit

A little bit in love with you
But only if you're a little bit
Little bit
Little bit
In lalalala love with me
Oh ah

Uh ooh ooh uh ooh ooh uh ooh oooh
Uh ooh ooh uh ooh ooh uh ooh oooh

And for you I keep my legs apart
And forget about my tainted heart
And I will never ever be the first
To say it's still a, Game over
Ah ah ah
I would do it
Push a button
Pull a trigger
Climb a mountain
Jump off a cliff
Cause you know baby I love you love you
A little bit

I would do it
You'd say it
You'd mean it
I would let you do it
It was you and I and I only
Ha hm

I think I'm a little bit
Little bit
A little bit in love with you
But only if you're a little bit
Little bit
Little bit
In lalalala love with me

I think I'm a little bit
Little bit
A little bit in love with you
But only if you're a little bit
Little bit
Little bit
In lalalala love with me
Ah oh

Come here
Stay with me
Stroke me
By the head
Cause I would give anything
Anything
To have you as my man

Come here
Stay with me
Stroke me, by the head
Cause I would give anything
Anything
To have you as my man

Little bit
Little bit
A little bit in love with you
But only if you're a little bit
Little bit
Little bit
In lalalala love with me

I think I'm a little bit
Little bit
A little bit in love with you
But only if you're a little bit
Little bit
Little bit

22.3.09

O que me supreende é essa minha incessante ânsia de me apaixonar. Mas me vi recentemente anestesiada pra esse tipo de sentimento. Algo diferente me move, uma coisa qualquer que se acendeu dentro de mim. Meu interesse se tornou eu mesma. Num sentido amplo, inteiro. Me respeitando.
Respeitando cada pensamento e ato.
É bom ter amado, tantas e tantas vezes. Agora é minha vez. Depois de tantas experiências, acredito que o que eu vou receber de mim é um amor maduro e pronto para o que der e vier. O resto é lucro. Vem logo a seguir. O importante é o que eu construí até então.

**

A vida é muito louca. Muito. Quando temos a capacidade de enxergar em todos os ângulos e cores, assusta um pouco. Mas é generosa porque nos mostra quem vale a pena. E disso eu nunca tive tanta certeza na minha vida. Sei exatamente quem vale a pena.
Eu venho em primeiro lugar. Os outros, posso contar nos dedos de uma mão.
;)

20.3.09

Um coração sossegado

Eu ando de saco cheio, quero reconstruir. Me dão as armas, não consigo usá-las. Pensativa, arrumando a casa, minha cabeça.
Decepcionada com as coisas, os homens, as verdades. Mas a vida segue. As aventuras continuam. A minha vontade de viver o novo me leva, me acompanha a calma de que tudo chega no fim. Até o começo.
E eu sigo contente em meus atos, minhas conversas e meus motivos.
Sinto mais eu mesma, sei bem o que quero pra mim.
A vida me ensinou, as dores me ensinaram, que meu amor existe dentro de mim, para fora se projeta, mas agora eu consigo mirar onde eu quero. Não existe mais um coração adolescente, pairando, planando procurando pouso de tão cansado que voa sem rumo, acelerado. Existe um coração mais tranquilo, que espera para caminhar passo a passo onde eu o conduzir.
Aguardo novas experiências. As velhas servem para construir quem eu sou, ou quem eu fui.
Em breve, muita coisa vai mudar. Escreve aí. Vai sim.

4.3.09

If I Ever Lose My Faith In You (STING)

You could say I lost my faith in science and progress
You could say I lost my belief in the holy Church
You could say I lost my sense of direction
You could say all of this and worse, but
If I ever lose my faith in you
There'd be nothing left for me to do

Some would say I was a lost man in a lost world
You could say I lost my faith in the people on TV
You could say I'd lost my belief in our politicians
Yhey all seemed like game show hosts to me
If I ever lose my faith in you
There'd be nothing left for me to do
I could be lost inside their lies without a trace
But every time I close my eyes I see your face

I never saw no miracle of science
That didn't go from a blessing to a curse
I never saw no military solution
That didn't always end up as something worse, but
Let me say this first
If I ever lose my faith in you
There'd be nothing left for me to do





agora sim, o relógio vai ter que começar do zero. pra mim, já deu.
don´t trust anyone. you are alone.
quando você menos espera, te puxam o tapete. quando você menos espera, você acorda.
e aí, eu viro as costas pra quem eu já fui. vou seguir outros caminhos, fechada para o mundo. envolvida comigo. só eu. mais ninguém.

2.3.09

Todo carnaval tem seu fim

O carnaval foi pra encontrar todas as pessoas queridas da minha vida. Passei ótimos momentos ao lado dos meus amigos, amores, irmã, gente do bem. Melhor do que isso não existe. Dancei, pulei, cantei trocentas vezes vocêpagoucomtraição, gargalhei, queimei os ombros, fui encharcada por moradores das ladeiras de santa com suas mangueiras e baldes, bebi de manhã, acordei atrasada pros blocos do dia seguinte. Subi Santa Teresa de moto-táxi, desci Santa Teresa a pé, andei de metrô às 5 da manhã com um vagão só pra mim.
Vi muito homem de asinha de anjo, mulher de diabinha, de Minnie, os tradicionais homens de vestido.
Vi a Lapa de cima das sacadas do Carioca da Gema e do Odisséia. Dancei vendo de pertinho os tambores do Empolga às 9, subi e desci ladeira, vi briga começando, saí correndo.
Reencontros, desencontros, calor, purpurina, máscaras feitas em casa, música eletrônica, visita a casa nova de amigo, barzinhos, mesa com dez pessoas, muitas saideiras cortesia, alegria, saudades, pensamentos misturados.
Vivi emoções muito fortes, intensas. Me senti viva a cada segundo dessa semana.
Assim que tem que ser. Agora, depois dos laços refeitos, da vida me mostrar em technicolor o que importa, quem importa, vou seguir com ela mais otimista, sabendo quem está ao meu lado. Com a certeza que a vida podia ser bem melhor e será...
É bonita, é bonita e é bonita!

23.2.09

Stepping Stone Duffy

Amei, vou fuçar tudo dela.



a que toca no rádio é essa:
Eu juro. Prometo. Ajoelho e rezo.
Mas é que tá difícil sabe? Não se esquece amor assim. Mesmo quando não se explica de onde veio e pra onde ele vai quando a gente desiste dele. Mesmo assim.
Não dói tanto quando eu penso o quanto já amei nessa vida. Acho que a gente é infinito nesse quesito.
Eu fico achando que eu to doida, que devia mais é cuidar da minha vida. Não estou fazendo outra coisa, falando sério. Só cuido da minha vida. Tanto cuido que desisti de uma coisa pra me salvar. Senão, eu acho que eu não conseguiria voltar pra essa vida com alguns dos meus parafusos ainda presos na cabeça. Me sobraram alguns, e vou lhes dizer viu...às vezes eu queria chutar o balde e viver as coisas escorpianamente, até a última gota, fundo do poço, rapa do tacho. Mas não, o tal ascendente em Áries, junta com a lua em Leão e minha força de vontade e tratam de me resgatar de um fundo de poço muito, mas muito fundo mesmo.

E olha, uma letra do Skank, que nem é minha praia, e me chamou atenção no rádio agora há pouquinho, diz tudo isso com muita clareza.
Você não soube cuidar do que eu lhe dei.
O meu amor puro e simples.
Agora vai lá ser feliz, que eu vou pro outro lado, fazer o mesmo.


Acima do Sol - Skank

Assim ela já vai
Achar o cara que lhe queira
Como você não quis fazer
Sim, eu sei que ela só vai
Achar alguém pra vida inteira
Como você não quis...

Tão fácil perceber
Que a sorte escolheu você
E você cego, nem nota
Quando tudo ainda é nada
Quando o dia é madrugada
Você gastou sua cota...

Eu não posso te ajudar
Esse caminho não há outro
Que por você faça
Eu queria insistir
Mas o caminho só existe
Quando você passa...

Quando muito ainda é pouco
Você quer infantil e louco
Um sol acima do sol
Mas quando sempre
É sempre nunca
Quando ao lado ainda
É muito mais longe
Que qualquer lugar...

Um dia ela já vai
Achar o cara que lhe queira
Como você não quis fazer
Sim, eu sei que ela só vai
Achar alguém prá vida inteira
Como você não quis...

Se a sorte lhe sorriu
Porque não sorrir de volta
Você nunca olha a sua volta
Não quero estar sendo mau
Moralista ou banal
Aqui está o que me afligia...

Um dia ela já vai
Achar o cara que lhe queira
Como você não quis fazer
Sim, eu sei que ela só vai
Achar alguém pra vida inteira
Como você não quis...

um blog musical

Me surpreendo com a quantidade de músicas que venho ouvindo, postando, procurando. Sempre foi assim. Eu realmente não consigo ficar sem ouvir música.
**
Carnaval estranhíssimo esse. Mas não estou reclamando, só está muito peculiar. Eu estou muito independente. Sensação de liberdade, deliciosa.

**
Nos ouvidos:
"Se ao menos pudesse saber, que eu sempre fui só de você, você sempre foi só de mim..."

*sigh*

**

vai passar.

**

Amigos me chamando para ir à praia. Eu não paro há mais de uma semana. Dias repletos de coisas pra fazer, gente pra ver, sol, mar, alegria, alegria.
Pena que eu não posso dividi-la com quem eu gostaria.

**

Já que o tema recorrente é música, sugiro alguns sites bem legais personalizadíssimos:

Blip.fm


Last fm


Musicovery


Go Gear

22.2.09

Chuva, Suor e Cerveja (Caetano Veloso)

NÃO SE PERCA DE MIM
NÃO SE ESQUEÇA DE MIM
NÃO DESAPAREÇA
QUE A CHUVA TÁ CAINDO
E QUANDO A CHUVA COMEÇA
EU ACABO DE PERDER A CABEÇA
NÃO SAIA DO MEU LADO
SEGURE O MEU PIERROT MOLHADO
E VAMOS EMBOLAR LADEIRA ABAIXO
ACHO QUE A CHUVA AJUDA A GENTE A SE VER
VENHA VEJA DEIXA BEIJA SEJA
O QUE DEUS QUISER
A GENTE SE EMBALA SE EMBOLA SE EMBOLA
SÓ PÁRA NA PORTA DA IGREJA
A GENTE SE OLHA SE BEIJA SE MOLHA
DE CHUVA SUOR E CERVEJA




*vou lá carnavalar. minha cabeça e meu coração merecem isso, por isso, lhes deixo com a música, que fala muito melhor que eu.

20.2.09

nada a declarar

por isso ouço música.

O que não se deve publicar num blog sob efeito de qualquer coisa

Tomar no cu. Antes que eu me esqueça.
E não, esse blog não é pra ser bonitinho.
E sim, eu tô bêbada.
E foda-se, não devo nada a ninguém.
E tô completamente desacreditada da humanidade, e dos homens (que têm pinto) em geral.
E olha, na boa?
Vê se me esquece.


**

De maluco, eu to legal. Tenho phd. Caguei pras regras de etiqueta.
Se não gostar, vaza.
**

Quem é tão educadinho a ponto de lembrar onde colocar as vírgulas da frase, faz favor?
Enfia no cu.

**
Beijomeliga.

19.2.09

Nunca Mais - Zuco 103

Nunca Mais, nunca mais, nunca mais

Mergulho em rio que eu não sei a fonte
Escuto um samba sem lembrar de ontem
Quero fazer de tudo a qualquer preço
Entrego o jogo pra quem não conheço

Quero um tempo de paz
Não preciso mais ao final do dia
É, menos vale mais
Quando se quer paz ao final do dia

Nunca Mais, nunca mais, nunca mais

Confunda minha doçura com burrice
Eu levo a sério o que qualquer um disse
Pense que amigo aceita e engole tudo
Faço de conta que sou surdo e mudo

Quero um tempo de paz
Não preciso mais ao final do dia
É menos vale mais
Quando se quer paz ao final do dia



15.2.09

Vik Muniz - inspiração

Fui hoje à exposição de um dos meus artistas favoritos. Agora ele se tornou pop, tá bombando no Brasil, mas já vem sendo reconhecido lá nos E.U.A. há bastante tempo, país em que fez sua residência fixa.
Domingo de sol, depois de um final de semana chuvoso, o MAM estava bastante cheio. Gente de todos os tipos e idade. Ótimo ver esse interesse, aparentemente espontâneo, em ver obras incríveis da carreira de Vik.
Fiquei feliz de ter finalmente visto todas as obras que venho admirando há bastante tempo. Fui apresentada aos trabalhos dele em um curso no Parque Lage , chamado "O Processo Criativo" de Charles Watson, na minha opinião, um curso essencial para quem cria, pesquisa e principalmente, pensa. Tive o privilégio de, na ocasião, assistir a uma palestra de Vik no Centro de Artes Hélio Oiticica em que ele falava com simplicidade e naturalidade sobre sua trajetória profissional.
Saí de lá embasbacada e comecei a pesquisar tudo que eu podia sobre ele na época. Isso era 2002. Uns dois anos depois, me inscrevi no primeiro Rio Moda Hype, onde selecionavam novos estilistas para participarem do Fashion Rio. Fiz minha pequena coleção inspirada em Vik Muniz.
Fiquei orgulhosa do resultado, e com certeza ele incentivou o meu olhar criativo. Passei a querer desenvolver moda pensando e pesquisando em temas, conceituando e amarrando melhor minhas idéias.
Hoje fui prestigiar uma de minhas fontes de inspiração, e recomendo muito passar para admirar tamanho empenho e criatividade.
Como dizem, o importante é o processo, e isso está claro no trabalho dele.
Mais uma vez, marcou um recomeço na minha vida. Me encheu de esperanças, cores, pensamentos e idéias.
Tenho três desenhos meus dessa pequena coleção neste endereço: http://flickr.com/photos/mcpompeo/tags/vikmuniz/

recomendo os livros :
Vik Muniz, Incomplete Works
(que deve estar esgotado em algumas livrarias, mas quem procura acha!)
Reflex-Vik Muniz de A a Z (editora Cosac Naify)